4º MOTIVO DA ROSA

NÃO TE AFLIJAS COM A PÉTALA QUE VOA: TAMBÉM É SER, DEIXAR DE SER ASSIM. ROSAS VERÁ, SÓ DE CINZAS FRANZIDA,MORTAS, INTÁCTAS PELO TEU JARDIM.EU DEIXO AROMA ATÉ NOS MEUS ESPINHOS AO LONGE, O VENTO VAI FALANDO DE MIM.E POR PERDER-ME É QUE VÃO ME LEMBRANDO,POR DESFOLHAR-ME É QUE NÃO TENHO FIM.



Cecília Meireles
































































quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Palavra ao vento na voz de Lázaro Ramos

video

TP 2 Gramaticas: internalizada, descritiva e normativa

Nesta oficina iiciamos o encontro com uma leitura reflexiva com textos de Rubens Alves ( slides)
Na seuqência orientamos os cursistas que formassem grupos e escolhessem um gênero e produzessem um texto usando provérbios onde este deveria ficar impl´cito. Na socialização os demais grupos deveriam captar que proverbio foi utilizado. Produziram texto narrativos , imagéticos e poemas.
Continuamos em grupo e fizemoas a aplicabilidade das atividades do tp 2 e um dos grupos analisou o artigo " O voo da asa Branca : uma reflexão sobre a Linguística e o Ensino da Lingua Portuguesa de Dioney m Gomes". Na socialização houve muita interação entre os grupos . E para melhor entendimento pedimos aos cursistas que produzissem um bilhete coletic. Uma folha passaria de carteira em carteira e cadaum dava sequência ao assunto usando uma variante regional. Para motivá- los apresentamos um vídeo " como o brasileiro elogia uma mulher".

construção música de Chico Buarque

video