4º MOTIVO DA ROSA

NÃO TE AFLIJAS COM A PÉTALA QUE VOA: TAMBÉM É SER, DEIXAR DE SER ASSIM. ROSAS VERÁ, SÓ DE CINZAS FRANZIDA,MORTAS, INTÁCTAS PELO TEU JARDIM.EU DEIXO AROMA ATÉ NOS MEUS ESPINHOS AO LONGE, O VENTO VAI FALANDO DE MIM.E POR PERDER-ME É QUE VÃO ME LEMBRANDO,POR DESFOLHAR-ME É QUE NÃO TENHO FIM.



Cecília Meireles
































































quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Palavra ao vento na voz de Lázaro Ramos

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário